Erros Refrativos

Erros refrativos

Para que se possa ver com nitidez, os raios de luz de um objeto no campo visual devem convergir num só ponto da retina. O olho funciona como uma câmera – tem uma abertura na parte anterior (a pupila), um mecanismo de foco (a córnea e cristalino) e uma porção sensível à luz na parte posterior (a retina). Olhos com erros de refração significativos como a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo não são capazes de focar a luz na região pretendida da retina.

Na hipermetropia os raios de luz são focados para além da retina (ou porque o olho tem um comprimento curto ou porque tem pouco poder de convergência da luz) o que faz com que quer objetos próximos quer os distantes pareçam desfocados. Baixas dioptrias (grau ou graduação) de hipermetropia são normais na infância e a sua correção (com óculos) geralmente não é necessária. As crianças podem compensá-los sozinhas usando o mecanismo de foco natural (acomodação). Já dioptrias mais altas podem ter consequências para o desenvolvimento (baixa de acuidade visual, estrabismo e ampliopia) e exigir correção com óculos de potência convergente ou positiva (+), particularmente quando associadas a endotropias acomodativas (forma de estrabismo convergente). A hipermetropia pode aumentar na primeira infância e depois diminui durante a pré-adolescência até o início da adolescência. As lentes de contato e a cirurgia são possíveis alternativas aos óculos na idade apropriada.

Na miopia os raios de luz são focados antes da retina porque o olho é muito longo ou tem poder de convergência excessivo. Os objetos distantes parecem embaçados e, à medida que se aproximam do olho, são vistos com mais facilidade. Esta condição pode ser hereditária ou associada ao nascimento prematuro e pode ocorrer em qualquer idade. Óculos de potência divergente ou negativa (-) focam os raios de luz na retina e melhoram a visão. A miopia geralmente progride anualmente e estabiliza, normalmente, pelo final da adolescência aos vinte e poucos anos. Atualmente, não há tratamento amplamente aceite como eficaz para interromper a progressão. Alguns dados epidemiológicos recentes sugerem que mais tempo gasto ao ar livre sob a exposição solar estará associado a menor progressão miópica. Não há evidências específicas de que o uso excessivo de computadores ou dispositivos portáteis aumente a miopia em casos individuais. As lentes de contato podem ser utilizadas em alternativa aos óculos por aqueles que sejam já capazes de cuidados de higiene independentes para o seu bom uso. Na idade apropriada, a cirurgia pode ser uma alternativa se o erro refrativo for estável.

O astigmatismo ocorre quando a córnea é mais curva em determinado ângulo (eixo) do que no seu oposto. A forma do olho é mais parecida com uma bola de râguebi. A prevalência do astigmatismo é maior na infância e pré-adolescência. Os raios de luz concentram-se em vários pontos (na frente e/ou atrás da retina). Tanto a visão ao perto como ao longe fica afetada. Lentes de potência cilíndrica são prescritas para astigmatismo significativo, o que, se não for corrigido, pode levar a uma visão adulta abaixo do ideal. As lentes de contato e a cirurgia são alternativas aos óculos na idade apropriada.

Artigos relacionadas

Comentários

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Publicar comentário