OFTALMOLOGIA PEDIÁTRICA na ERA DIGITAL - Entrevista na Porto Canal

Oftalmologia Pediátrica na Era Digital

Muito provavelmente já ouviu ou leu em algum lugar que olhar para um computador, smartphone ou tablet (ecrãs digitais) por longos períodos de tempo danificará permanentemente os seus olhos. Felizmente é algo que, assim como o velho conselho sobre o “estragar dos olhos” por assistir muita televisão ou sentar-se muito perto da TV, simplesmente não é verdade. No entanto, existem alterações induzidas na normal fisiologia ocular que provocam alguns efeitos a curto e médio prazo, sobretudo no conforto do dia-a-dia.

A fadiga ocular relacionada com os ecrãs afeta pessoas de todas as idades e cada vez mais as crianças. Visão desfocada e olhos “doridos” e cansados, bem como a sensação de secura, lacrimejo fácil ou ardor podem ser alguns dos sintomas. Esta fadiga ocular não é diferente dos sintomas que podemos ter ao ler, escrever ou fazer “trabalhos de perto” como ler um livro, fazer os trabalhos de casa ou costura (por ex.) por longos períodos de tempo. Isto significa que não é só o ecrã em si o causador da patologia, mas também e de forma igualmente importante a distância e o período de tempo em que o usamos.

Os monitores fazem parte do nosso quotidiano e são dele indissociáveis. Então, o que podemos fazer e como devemos gerir a sua influência na saúde visual dos nossos filhos? Assista ao vídeo e esclareça eventuais dúvidas.

Artigos relacionadas

Comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment